MENDIGO CHIQUE

– Legal era um mendigo que ficava lá na minha rua. Ele volta e meia varria a calçada, para ganhar uns trocados.
– Hm.
– Num dia bom, ele conversava direitinho. Nos dias ruins, resmungava “vou te dar um tiro no meio dos olho”. Se a pessoa fazia “ahn?”, ele dizia um monte de palavrão. E terminava com “vou te dar um tiro no meio dos olho”.
– Haha! Tava premeditando o crime.
– Um dia, ele pagou um táxi e foi até São Leopoldo. Os taxistas davam dinheiro a ele de vez em quando, mandavam passar um pano no carro, varrer a calçada. Ele foi juntando e, um dia, pegou um táxi até São Leopoldo.
РPutz! Por que logo Ṣo Leopoldo?

MEIO E-MAIL

РEu queria mandar um carṭo de Natal para tua tia.
РPai, ningu̩m mais manda carṭo. Hoje se manda e-mail
РU̩? Mas eu quero mandar um inteiro!

Enviado por Enedina.

PRÉ-VESTIBULAR

– Não sei como esse povo de física consegue fazer uma bola reta!
– É, nem eu …

Enviado por Giuliana S.

Besta quadrada

– Professora, a senhora pode calcular uma raiz pra mim?
– Sim. Qual?
РQuanto ̩ a raiz quadrada de 1?

Enviado por Aline.

HORA DO BANHO

РṂe, esse xampu ṇo faz espuma?
– Claro que faz! Só que você tem que molhar os cabelos.
– Mas diz aqui que é para cabelos secos…

Enviado por Lucas Barroso.

MÉDICO VIDENTE

– Mas precisa fazer o exame. Claro que precisa!
– Imagine! Não precisa, não. Antigamente não tinha nada disso e o médico já sabia.
– É. Mas antigamente morria muita gente, também…

Enviado por Maurício Akiyama.

AGRADECE À DANONE PELA CAIXA DE YAKULT

– Ô, moça, tem Yakult?
РYakult ̩ a marca, mo̤o. O nome certo ̩ Danoni.

Enviado por Paulo Neto.

EM NOME DO PAI

РAh! Se for menino, meu marido que escolhe o nome, mas se for menina, quem escolhe sou eu. Mas bem que eu estou torcendo pra que seja menina, porque ṇo queria que ele escolhesse um nome muito diferente e complicado.
– E qual vai ser o nome, se for menina?
– Merlucine.

Enviado por Maria Fernanda.

CINQUENTA CENTAVOS

– Olha, mãe, naquela poltrona! É o 50Cent!
РQu̻? Que Vicente?

Enviado por Ana e Clara.

BEBÊ SEM MARCA

– Sua filha é muito parecida com você? Pegou muito da tua genética?
– Genérica? Oxe, menina, eu não tenho isso, não! Genérica! Ai, ai! É cada uma que me aparece! Vê lá se eu tenho essa tal genérica!

Enviado por Ana Luiza.

WordPress Themes