Links

  • Em seu blog, Megan McArdle entrevista Paul Campos, autor de The Obesity Myth. Vários dos últimos posts dão continuidade à discussão.
  • NA LRB, uma resenha de An Intellectual History of Cannibalism. Alguns leitores ficarão interessados em saber que o famoso canibal alemão temperou seu bife com sal, pimenta, alho e noz-moscada.
  • Na The American, um fazendeiro americano fala sobre as falácias da agricultura orgânica. São muitas e muitas. Quem não quiser ler o artigo inteiro deve procurar apenas pelo parágrafo sobre Lynn Niemann e todas as orações que contêm as palavras sow e crate.
  • Para os interessados no tema acima que desejam vê-lo ilustrado com hippies apatetados, uma loira pelada e uma Santa Ceia violenta, o episódio desta semana de Penn & Teller: Bullshit! (S07E06) discute porque a comida orgânica é pior para o meio ambiente, usa mais pesticidas, é mais cara, gera mais lucro para grandes corporações e não tem grande diferença de gosto. Não que isso vá mudar a opinião dos naturebas da plateia, obviamente.
  • Semana passada, eu e minha esposa terminamos de assistir todos os episódios de Jornada nas Estrelas: Deep Space Nine. Relevante para o Garfada é que o protagonista da série, o Capitão Benjamin Sisko, é o único personagem da ficção que consigo imaginar colaborando para esse blog. Muitas séries de TV e filmes têm personagens cozinheiros, mas são sempre restauranteurs ou chefs profissionais. O Capitão Sisko, por outro lado, cozinha apenas e exclusivamente por prazer, planta seus próprios legumes e experimento comidas alienígenas exóticas.

    Na verdade, a série possui diversos pequenos momentos de interesse para os leitores mais nerds do Garfada, desde debates sobre a qualidade da comida industrializada (replicada, no caso) até analogias culinárias sobre a alma humana, passando pelo prazer da culinária Klingon (duas dicas: sempre coma gagh vivo; 2309 foi a melhor safra de vinho de sangue).

  • Mas talvez eu seja apenas ignorante. Leitores do Garfada, que outros personagens da ficção seriam leitores ou colaboradores deste blog? Ignore todos os cozinheiros profissionais, então nada de referências a Sookie St. James, Monica Geller ou, hm, Casey Ryback.

8 Comentários

  • By Träsel, 31/07/2009 @ 18:00

    Muito bom, mesmo, esse artigo do fazendeiro americano. Realmente, o pessoal da alimentação orgânica vê os agricultores como os europeus viam os índios no século XVI.

  • By guilherme atencio, 31/07/2009 @ 19:55

    O Dr. Hannibal Lecter me parece que ter bastante conhecimento gastronômico, apesar de por vezes usar uma fonte de proteína um pouco polêmica.

  • By Cisco, 31/07/2009 @ 20:03

    Bem lembrado. Eu estava me concentrando em personagens de ficção seriada, mas esqueci de séries de romances.

  • By Diogo, 31/07/2009 @ 22:21

    Convém lembrar as diferenças de cenário entre o Brasil e os EUA. O artigo do cara ataca basicamente as ideias excessivamente acadêmicas dos democratas a respeito de como conduzir agricultura e pecuária de forma ‘sustentável’, ambientalmente correta ou coisa que o valha. Esse lobby está longe de ter uma força semelhante no Brasil da bancada ruralista.

    Isso não derruba TODO o alicerce do movimento dos orgânicos. Acho curioso isso vindo de vcs que têm aí em Porto Alegre um bom exemplo daquela feira da Redenção aos sábados, que é um sucesso comercial. Aposto que aqueles agricultores devem ter algum motivo pra optar por esse modelo de negócio, ainda que o motor da coisa não seja propriamente a renúncia ao uso de agrotóxicos mas simplesmente o padrão de qualidade que se eleva naturalmente em coisas de pequena escala. Perguntem o q eles acham e se não há entre os seus empregados gente que tinha contato com agrotóxico e acha muito melhor viver sem.

  • By Fernando, 03/08/2009 @ 18:40

    Marcelo, tem sempre o Nero Wolf, personagem gordo e preguiçoso dos romances policiais do Rex Stout. Experimenta “Cozinheiros Demais”.

  • By Fernando, 03/08/2009 @ 18:55

    ooops, não tinha visto que o post era do cisco. desculpa aí.

  • By Cisco, 03/08/2009 @ 19:30

    Bem lembrado, Fernando.

  • By Everson, 07/08/2009 @ 13:06

    Eu sempre achei curiosas as maçãs orgânicas das feirinhas ecológicas de Porto Alegre. São todas bicadas por pássaros. Eu acho que o agricultor tem uma ferramentazinha que ele vai “bicando” as maçãs atrás das kombi na feirinha…

    :-)

Other Links to this Post

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe um comentário

WordPress Themes