Posts tagged: sashimi

O espírito Riversides

Neste domingo voltei a uma casa da rede Riversides após anos e anos. Não esperava muita coisa do novo Riversides Shikki Madero, aberto há poucas semanas na Zona Sul de Porto Alegre, mas fui surpreendido em minha baixa expectativa: a comida não estava medíocre, mas sim absolutamente intragável.

O Madero agrega ao sistema de buf√™ de grelhados, saladas e massas tradicional da rede um espeto corrido e a “sustentabilidade” — isto √©, o restaurante foi planejado para causar o menor impacto ambiental poss√≠vel e os alimentos s√£o, na medida do poss√≠vel, org√Ęnicos. Atitude louv√°vel. O lugar √© tamb√©m muito bonito e conta com estacionamento e servi√ßo de manobrista.

Infelizmente, os propriet√°rios parecem ter se preocupado apenas com o plano de marketing e com a decora√ß√£o e esquecido de cuidar da cozinha. S√≥ comi um prato bom l√°, embora fosse realmente muito bom: um entrec√īte org√Ęnico macio como manteiga. O resto est√° da mediocridade para baixo. Simplesmente n√£o consegui comer a paella de frutos do mar e um suposto “bacalhau √† Madero”, no qual n√£o encontrei uma lasca de bacalhau sequer. Desisti de pedir alguma das massas no balc√£o onde se pode escolher os ingredientes do molho, porque algu√©m na mesa pediu antes e o espaguete me pareceu estar com pensamentos suicidas. As saladas n√£o eram menos depressivas e o agri√£o estava com gosto de hipoclorito de s√≥dio.

As carnes do espeto corrido estavam razoáveis, mas pode-se comer muito melhor por bem menos que os R$ 32,90 do bufê/rodízio de domingo em diversas churrascarias de Porto Alegre. Há ainda sashimi a la carte por cerca de R$ 10 e um bufê de sobremesas pouco apetitosas por R$ 8,90.

Ent√£o, qual o motivo para comer no Riversides Shikki Madero, se o que n√£o √© repugnante √© encontr√°vel a pre√ßos mais baixos na concorr√™ncia? √Č a conveni√™ncia de encontrar algo para qualquer gosto num mesmo lugar. Se sua sogra s√≥ come bife e feij√£o com arroz, seu filho adolescente quer sushi, sua filha chata para comer quer espaguete ao sugo, sua esposa quer saladas por causa da dieta e voc√™ quer uma picanha sangrenta, o Riversides tem tudo isso num ambiente selecionado. Ou o caro leitor pensou que o segredo da longevidade da marca era a boa comida?

O Riversides já foi bom por um breve período há cerca de 15 anos, quando a primeira casa abriu no shopping Iguatemi. Ou talvez eu tivesse péssimo gosto na época. De qualquer modo, serviam um sushi honesto e um bufê com alguns ingredientes ainda pouco comuns em Porto Alegre a preços competitivos.

Isso durou mais ou menos at√© mec√Ęnicos e esteticistas da Zona Norte decidirem que era um programa muito chique se esbaldar num jantar a dois no Riversides — tinha salada de r√ļcula com tomates secos! — e passarem a comemorar seus anivers√°rios por l√°. Nada contra a pequena burguesia ir ao para√≠so gastando seu dinheiro suado numa experi√™ncia gastron√īmica barroca. Eu mesmo creio ter levado alguma namoradinha para jantar no Riversides de ent√£o. O problema foi a rea√ß√£o do restaurante: juntar as mesas at√© voc√™ n√£o conseguir mais distinguir sua conversa das conversas nas mesas vizinhas e passar a usar salm√£o enlatado no sushi. A queda na qualidade foi vis√≠vel at√© mesmo para meu gosto adolescente.

Como esse modelo se estabeleceu e se tornou o esp√≠rito de todos os Riversides, evito ao m√°ximo frequentar os estabelecimentos da rede desde ent√£o. Nem sempre d√°. Se voc√™ por acaso se vir obrigado a comer no Riversides Shikki Madero, atenha-se ao entrec√īte org√Ęnico, √† polenta e a alguma salada de folhas. Voc√™ nunca ter√° pagado t√£o caro por essas tr√™s coisas, mas ao menos evitar√° m√°s recorda√ß√Ķes.

RIVERSIDES SHIKKI MADERO
Av. Wenceslau Escobar, 1598 – Mapa
51 3268-0288

Sayuri

SayuriUm dos melhores restaurantes do Mercado P√ļblico de Porto Alegre √© o japon√™s Sayuri. O Bruno Galera publicou uma resenha aqui no Garfada em 2007, cujas considera√ß√Ķes compartilho — ingredientes frescos cozidos no ponto e bons pre√ßos. Apenas uma coisa mudou: passaram a aceitar pagamento com qualquer cart√£o de cr√©dito ou d√©bito.

Embora os sushis e sashimis sejam bastante bons, sobretudo porque o restaurante fica logo acima de dezenas de peixarias, lojas de produtos macrobi√≥ticos e bancas de hortifrutigranjeiros, sou muito mais partid√°rio dos pratos quentes do Sayuri. Eles se dividem em quatro tipos: carnes na chapa (teppanyaki), carnes com macarr√£o e legumes (yakissoba), carnes com arroz e legumes (yakimeshi) e carne refogada com legumes — sendo que as carnes podem ser camar√£o, gado ou frango. Gosto de pedir a carne apenas com legumes e o arroz √† parte, para ir acrescentando¬† o refogado por cima e comendo direto do pote.

SayuriAs entradas recomendáveis são os temakis ou a porção de guiozá, pasteizinhos de porco cozidos. Destaque para o dashi que acompanha os guiozás, muito saboroso.

Trata-se de um restaurante japon√™s sem frescuras. Tudo √© simples, mas tamb√©m √© bem-feito e √© barato: um almo√ßo para duas pessoas com uma entrada, dois pratos quentes e dois refrigerantes em lata sai por menos de R$ 50. E, depois de comer, pode-se dar uma volta no Mercado P√ļblico e voltar para casa com a sacola cheia de especiarias e guloseimas.

SAYURI
Mercado P√ļblico de Porto Alegre, 2¬ļ andar — Mapa
Telefone: 51 3226-1158

Daimu

Vários amigos têm elogiado o restaurante Daimu desde sua inauguração, e com toda a razão, porque é provavelmente o lugar mais sério para se comer pratos japoneses em Porto Alegre. Assim como o Guilherme Atencio, não gosto de invencionices ocidentais decadentes, como sushi Califórnia ou salmon skin. Nada contra quem gosta, mas aí deixa de ser culinária japonesa e passa a ser, com muito boa vontade, cozinha fusion.

Prova de que os propriet√°rios n√£o est√£o brincando quando prometem “a mais aut√™ntica culin√°ria japonesa, respeitando o uso de ingredientes e receitas tradicionais” √© que mesmo a concess√£o ao gosto ocidental, o combinado “contempor√Ęneo”, parece tradicional quando comparado a outros restaurantes da capital ga√ļcha. H√° salmon skin e h√° cream cheese, mas em propor√ß√Ķes respeitosas, e um foco especial no salm√£o, mas nada de tempur√° de sushi ou coisas do g√™nero. Gostei muito de um nigiri com raiz forte fresca ralada por cima. H√° um combinado “tradicional” com todos os peixes e varia√ß√Ķes cl√°ssicas do sushi e sashimi, para quem quiser conhecer as bases da culin√°ria japonesa.

Recomendo fortemente no entanto o combinado “ex√≥tico”, por conta de um delicad√≠ssimo linguado enrolado em uma folha de shiss√ī servido sobre um molho c√≠trico. √Č a melhor receita que provei num restaurante japon√™s em muitos anos. Algo simples, harm√īnico com os sabores orientais e ao mesmo tempo muito surpreendente. Neste mesmo combinado h√° ainda um salm√£o enrolado em l√Ęminas de nabo, igualmente delicioso, um temaki com enguia, sashimi de √°gua-viva, nigiri com ouri√ßo e v√°rias prepara√ß√Ķes com ovas de peixe.

Os combinados do Daimu tamb√©m merecem elogios pela apresenta√ß√£o, de longe a melhor nos restaurantes japoneses de Porto Alegre. O ambiente √© muito agrad√°vel e o atendimento, atencioso. Com isso tudo, os pre√ßos ficam na mesma faixa de outros estabelecimentos — espere gastar algo como R$ 50 por pessoa, comendo bem. Dizem que eles servem uma cabe√ßa de peixe preparada tradicionalmente, sob encomenda. Certamente provarei na pr√≥xima visita.

No almo√ßo, o Daimu oferece rod√≠zio de comida japonesa a R$ 29,90 (homens) e R$ 26,90 (mulheres). O pessoal informou que est√£o considerando a hip√≥tese de oferecer rod√≠zio tamb√©m √† noite. Espero que n√£o seja um movimento de vulgariza√ß√£o motivado por um baixo n√ļmero de frequentadores noturnos, porque isso em geral redunda na elimina√ß√£o ou aleijamento do card√°pio a la carte, hoje o melhor da capital para sushi e sashimi — a meu ver, o Sakae’s segue o melhor para pratos quentes. O Daimu est√° excelente como √©.

DAIMU
Dinarte Ribeiro, 169 – Mapa
51 3222-0038

WordPress Themes