Category: Lancherias

Joe’s

Joe'sUm dos melhores milk shakes de Porto Alegre est√° na tradicional lancheria Joe’s. O outro estava no Rib’s, que ocupava o quadrante oposto da Pra√ßa J√ļlio de Castilhos, no bairro Moinhos de Vento, mas lamentavelmente fechou h√° alguns anos — e reencarnou no The Best Food. Al√©m da geografia e do milkshake, as duas lancherias tamb√©m t√™m um ponto em comum na mostarda exclusiva. A do Joe’s √© feita no pr√≥prio estabelecimento e vence com folga a do Rib’s — produzida pelo Oderich — em termos de sabor. Os sandu√≠ches do Rib’s, por outro lado, eram melhores.

A grande pedida no Joe’s s√£o mesmo os sorvetes. √Č dos poucos lugares a ainda servirem sundaes, ta√ßas colegiais e bananas split em Porto Alegre. Os buf√™s de sorvete e sua profus√£o barroca de coberturas mataram a fina arte de montar um belo sundae com calda, sorvete, chantilly, castanha de caju mo√≠da e um cereja no topo. Lament√°vel.

Milkshake do Joe'sO sabor do milk shake de chocolate puxa um pouco para o bombom Alpino, da Nestl√© — acredito que eles usem a vers√£o sorvete do pr√≥prio. Se voc√™ pedir o menor, vem numa ta√ßa cl√°ssica (R$ 6,50). Os tamanhos m√©dio e grande v√™m em hediondos copos de pl√°stico, portanto pe√ßa o menor e deguste no balc√£o de a√ßo inox dos anos 1960.

O x-salada (R$ 7) n√£o √© o melhor da capital, mas certamente n√£o deixa a desejar. Os ingredientes s√£o frescos e os chapistas sabem mont√°-los com perfei√ß√£o. Eles usam, creio, maionese com lim√£o, o que d√° um gostinho especial. Al√©m disso, a mostarda feita em casa √© excelente, ent√£o recomendo muito temperar o sandu√≠che com ela. √Č pena que o Joe’s n√£o sirva batatas fritas para acompanhar, seria perfeito.

JOE’S
Rua Ramiro Barcelos, 1097 – Mapa
51 3311-9467

Paraíso dos celíacos

Empada de calabresaUma dica para os cel√≠acos √© o Caf√© Terra√ßo, na Cidade Baixa de Porto Alegre. O casal de propriet√°rios decidiu investir na cria√ß√£o de salgados e doces, principalmente bolos, sem o uso de farinhas que contenham gl√ļten. Tamb√©m produzem salgados e doces sem derivados do leite, para os intolerantes √† lactose. E o melhor de tudo: √© tudo muito bom.

O Caf√© Terra√ßo tamb√©m serve a clientela sem restri√ß√Ķes alimentares. A empada de massa podre recheada com calabresa e Catupiry, na foto, √© muito, muito leve . √Č um dos poucos lugares de Porto Alegre a servir o bolo de rolo com goiabada tradicional do Nordeste — ainda mais a um pre√ßo justo, R$ 3,50 a fatia. O bolo de macaxeira com coco tamb√©m merece aten√ß√£o.

O √ļnico problema do lugar √© n√£o ser exatamente agrad√°vel para sentar-se e tomar um caf√©. O foco √© mais nas encomendas. A n√£o ser que voc√™ consiga uma mesa no terra√ßo que d√° nome ao estabelecimento, que n√£o acomoda muita gente.

CAF√Č TERRA√áO
Rua Lopo Gonçalves, 39 РMapa
51 3028-4795 ou 51 8437-4852

EXTRA! Sorvete de pistache de verdade!

Sorvete de pistache

Amo pistache. Passei a vida pedindo sorvete de pistache quando ia pela primeira vez a uma sorveteria e passei a vida me decepcionando. Na praia de Garopaba, Santa Catarina, finalmente consegui superar essa frustra√ß√£o de provar “sorvetes de pistache” com sabor de perfume.

A sorveteria .BOM oferece um sabor chamado “pistache verde de Bronte” que tem o sabor exato da castanha. Chega a ser quase salgado. Custa uma pequena fortuna — R$ 6,50 — por um pote relativamente bem servido, mas vale a pena, acreditem. Bronte √© uma regi√£o da It√°lia, na ilha da Sic√≠lia, cuja principal atividade econ√īmica parece ser a produ√ß√£o de pistache. N√£o sei se a ess√™ncia do sorvete √© feita l√°, ou se √© apenas uma refer√™ncia cultural.

A sorveteria .BOM tem buf√™, com sabores mais ou menos tradicionais, e vende sabores especiais por bola, com valores entre R$ 4,50 e R$ 6,50. O sorvete √© artesanal, feito com creme de leite no lugar de gordura vegetal hidrogenada. Outras op√ß√Ķes excelentes s√£o avel√£, torta de lim√£o, p√™ssego com Amaretto, tiramis√ļ e goiaba.

SORVETERIA .BOM
Av. Prof. Jo√£o Orestes de Ara√ļjo, 300 – Mapa
Garopaba – Santa Catarina

Media Luna Boutique de Doces

media_luna_doces.jpgEste blog foi gentilmente convidado para comparecer ao caf√© da manh√£ para imprensa da nova loja dos argentinos Abel e Clarita Blumenkrantz em Porto Alegre. Ambos, m√£e e filho, j√° tocam um caf√© de bastante sucesso com o mesmo nome na rua Dr. Tim√≥teo, 890, que serve medias lunas bem recomendadas. Neste novo estabelecimento, a proposta √© oferecer mais op√ß√Ķes de doces e salgados aos clientes e, principalmente, doces porte√Īos, diferentes dos tradicionais brasileiros.

Se for at√© l√°, n√£o deixe de provar em hip√≥tese nenhuma a torta de am√™ndoas com doce de leite e a bomba de chocolate. Nem as medias lunas, √© claro. Os croissants da Dona Clarita s√£o id√™nticos aos servidos pelas cafeterias argentinas. Segundo ela, foram necess√°rios dois anos para chegar √† receita de uma massa que, embora folhada, n√£o fosse gordurosa demais. H√° tamb√©m empanadas, que n√£o cheguei a provar. E alfajores, claro, feitos com bolachas tipo cracker, doce de leite e cobertura de a√ß√ļcar confeitado.

Dona Clarita foi come√ßar a trabalhar no ramo da alimenta√ß√£o apenas quando se mudou para Porto Alegre junto com dois de seus filhos. “Mas ela sempre cozinhou para os filhos”, lembra Abel. Abel e seu irm√£o mais velho decidiram vir para Porto Alegre ap√≥s a crise econ√īmica de 2001, que levou a Argentina √† fal√™ncia. Sem perspectiva de arrumar empregos em Buenos Aires, emigraram e se tornaram empres√°rios. O irm√£o voltou para o lado de l√° do rio da Prata, mas Dona Clarita ficou.

media_luna_fachada.jpgAmbos parecem muito s√©rios quanto √† qualidade. Abel mostra com orgulho a cozinha, cujas pra√ßas foram organizadas conforme o sistema de trabalho kanban e √© aberta para todos os clientes verem. “Queremos mostrar que somos honestos. Na outra loja, volta e meia os clientes perguntam se as medias lunas s√£o do dia. Isso entristece.” Faz quest√£o de abrir as geladeiras, para provar que h√° apenas mat√©ria-prima, nenhum doce pronto. Dona Clarita adianta que planejam fabricar e vender doce de leite pr√≥prio at√© meados do ano que vem, porque o produto nacional n√£o √© bom o suficiente.

O Media Luna Boutique de Doces funcionar√° de segunda a s√°bado das 9:30 √†s 21:00 durante o hor√°rio de ver√£o. Os pre√ßos s√£o razo√°veis. Uma media luna custa entre R$ 3 e R$ 5, a depender do tamanho, mesma faixa de pre√ßo dos doces. Um espresso sai por R$ 2,15 — ali√°s, o caf√© merece destaque, √© de excelente qualidade. Eles tamb√©m aceitam encomendas de doces e salgados para festas.

MEDIA LUNA
Rua Fabrício Pillar, 681 РMapa
51 3407-3333

WordPress Themes