Comida curada

Mais um excelente blog sobre gastronomia: Food Curated. Liza de Guia cobre muito bem a cena gastronômica de Nova York, especialmente o Brooklyn — onde tem se formado um movimento de volta às tradições bem interessante. Os vídeos são muito bem feitos e há várias dicas boas para quem cozinha.

Indicação da Fernanda Aldabe.

3 Comentários

  • By Everson, 24/02/2010 @ 13:19

    Fantástico. Dá vontade de passar uns meses no Brooklyn. E eu achei mais interessante pela convergência, já que há 6 meses eu tenho me dedicado a fazer pães e, mais recentemente, sorvetes, para não comer mais estas porcarias industrializadas.

  • By Träsel, 24/02/2010 @ 13:24

    Interessante. Tem alguma receita de sorvete para compartilhar?

  • By Everson, 25/02/2010 @ 23:04

    Träsel, comprei a sorveteira há 10 dias. Já fiz umas 8 levas, mas a única que fez sucesso absoluto foi a de Dulce de Leche Tentación (adaptei do blog da Ana Elisa chamado La Cucinetta – http://www.lacucinetta.com.br/ – que é a melhor dica que posso te dar).

    375ml de leite integral e 280g de doce-de-leite numa panela, até o doce dissolver no leite (vai ficar cor de café-com-leite). Deixa esfriar (banho de gelo).

    Bate levemente 75g de creme-de-leite (para doces, eu uso o Campos de Vacaria – melhor que eu conheço) com uma pitada de sal. Bate só o suficiente para ficar homogêneo, algumas marcas pedem mais esforço do que outras.

    Mistura este creme-de-leite com o leite e doce dissolvidos, deixa gelar bem (umas 3 horas de geladeira, uns 90 minutos de freezer).

    Bota na sorveteira e deixa processar. Depois de uns 15-20 minutos já fica “soft serve”. Eu deixo uns 45 minutos. Depois, coloco num pote plástico com tampa e vou misturando doce-de-leite puro (dependendo da consistência, este cai pro fundo do pote).

    Freezer até a consistência mais firme.

    Defeito encontrado: durabilidade. Não dura NADA no freezer… :-)

    Já fiz 2 vezes, uma com Conaprole e outra com o doce-de-leite feito pela minha sogra pelotense da gema. Ficou bom nas duas, mas diferente nas duas vezes e foi o doce.

    Outros que sairam bons: nutella, sorbet de grapefruit e sorvete de chocolate belga 70%.

    Próximas tentativas: pêssego e laranjas (comi na Persico em Buenos Aires); gengibre; abóbora; cerveja (artesanal, de preferência).

Other Links to this Post

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe um comentário

WordPress Themes