Ritz

Ritz burgerO Cardoso vive elogiando o Ritz, um restaurante de comida de boteco chique com duas lojas nos jardins paulistanos. O carro chefe da casa são os hambúrgueres em suas diversas apresentações — ou “burgers”, como preferem os paulistas. Confesso que a perspectiva de pagar entre R$ 20 e R$ 30 por um sanduíche não era lá muito animadora, mas como além do Cardoso o Renato Parada e o Daniel Galera são fãs dos burgers, considerei ser meu dever como repórter gastronômico experimentá-los.

Pois eles têm razão! Os hambúrgueres desse tipo de estabelecimento estão em um nível muito acima do xis nosso de cada dia. De fato, não podem ser considerados meros lanches, mas comida séria. Percebe-se no Ritz o mesmo cuidado com os ingredientes e no preparo e apresentação dos pratos que se percebe nos bons restaurantes. A carne moída é de qualidade e o hambúrguer — feito à mão, é claro — não vem completamente carbonizado, mas num ponto um tanto rosado. O pão é fresco, assim como a salada. Há ketchup, mostarda e pimenta de boa procedência para temperar a comida.

Pedi um Ritz Burger acompanhado de anéis de cebola e bolinhos de arroz (R$ 32). O sanduíche tem no recheio pancetta, salada e maionese, além da opção de queijo cheddar ou gorgonzola — fui de cheddar. Os bolinhos de arroz podem servir como modelo para cozinheiros Brasil afora e os anéis de cebola são bons, mas nada espetacular. Provei ainda o burger com gorgonzola que a Tati pediu e achei a combinação excelente, ao contrário do que a intuição insinuou.

No fim das contas, o prato é imenso e mais do que satisfaz, o que significa que pagar entre R$ 20 e R$ 30 é razoável. Só é bom chegar cedo, se não quiser pegar uma fila imensa.

RITZ
Alameda Franca, 1088 – Mapa
11 3088-6808

7 Comentários

  • By Cardoso, 04/04/2009 @ 00:08

    Putz, eu sempre como meu Ritz Burger com gorgonzola. Acho genial. No mais, próxima parada: Hamburgueria Nacional.

    E se bater uma saudade de BURGER GOURMET aqui em Porto Alegre, vai no America, lá no Iguatemi e pede um HOT AMERICA.

    Com gorgonzola.

  • By paula manzo, 04/04/2009 @ 01:49

    se o Ritz tivesse a batata rústica da Lanchonete da Cidade certamente estaria a beira da perfeição.

  • By Renata, 04/04/2009 @ 13:42

    O burguer do Ritz é coisa séria. O ponto da carne é perfeito. Fico injuriada quando peço carne ao ponto e a recebo esturricada.

  • By Daniela, 05/04/2009 @ 11:50

    Me digam, por favor, onde se pede carne ao ponto e vem esturricada que eu vou correndo. “Carne rosada”, eca! Viro vegetariana para sempre. Odeio, tem gosto de sangue, é muito nojento.

    Estou cansada de pedir filé bem passado (não esturricado) e receber carne sangrando. Cheguei a conclusão que o bem passado dos cozinheiros não é o mesmo que o meu. Mal passado, deve ser é mal passado na chapa, 2 segundos e está pronto.

    Eu já fui no America e achei coisa de colonizado. Não vale mesmo o que custa. Ah, e eu pedi o com gorgonzola, e não estava mal passado. Tava bonzinho para uns 10 reais e não o triplo.

    E fila? Para comer hamburguer? Chama a polícia que estou sendo sequestrada.

  • By Robson Sty, 05/04/2009 @ 16:20

    X-salada do Fifties, Big Apple Burger do Applebees e qualquer lanche de hamburguer da padaria Bella Paulista, são sempre uma ótima pedida.

  • By Robson Sty, 05/04/2009 @ 16:21

    Ah, as batatas fritas do Fifties são as melhores de SP.

  • By João, 10/09/2009 @ 21:58

    O cheese-salada do “A Chapa” tb é bem bom. E agora temos a opção do P J Clarke’s, beeeem novaiorquino. Quanto ao América, concordo com a Daniela em um ponto: muito caro para o que oferece.

Other Links to this Post

Feed RSS para comentários sobre este post. TrackBack URI

Deixe um comentário

WordPress Themes