Posts tagged: Japão

Sayuri

SayuriUm dos melhores restaurantes do Mercado Público de Porto Alegre é o japonês Sayuri. O Bruno Galera publicou uma resenha aqui no Garfada em 2007, cujas considerações compartilho — ingredientes frescos cozidos no ponto e bons preços. Apenas uma coisa mudou: passaram a aceitar pagamento com qualquer cartão de crédito ou débito.

Embora os sushis e sashimis sejam bastante bons, sobretudo porque o restaurante fica logo acima de dezenas de peixarias, lojas de produtos macrobióticos e bancas de hortifrutigranjeiros, sou muito mais partidário dos pratos quentes do Sayuri. Eles se dividem em quatro tipos: carnes na chapa (teppanyaki), carnes com macarrão e legumes (yakissoba), carnes com arroz e legumes (yakimeshi) e carne refogada com legumes — sendo que as carnes podem ser camarão, gado ou frango. Gosto de pedir a carne apenas com legumes e o arroz à parte, para ir acrescentando  o refogado por cima e comendo direto do pote.

SayuriAs entradas recomendáveis são os temakis ou a porção de guiozá, pasteizinhos de porco cozidos. Destaque para o dashi que acompanha os guiozás, muito saboroso.

Trata-se de um restaurante japonês sem frescuras. Tudo é simples, mas também é bem-feito e é barato: um almoço para duas pessoas com uma entrada, dois pratos quentes e dois refrigerantes em lata sai por menos de R$ 50. E, depois de comer, pode-se dar uma volta no Mercado Público e voltar para casa com a sacola cheia de especiarias e guloseimas.

SAYURI
Mercado Público de Porto Alegre, 2º andar — Mapa
Telefone: 51 3226-1158

Daimu

Vários amigos têm elogiado o restaurante Daimu desde sua inauguração, e com toda a razão, porque é provavelmente o lugar mais sério para se comer pratos japoneses em Porto Alegre. Assim como o Guilherme Atencio, não gosto de invencionices ocidentais decadentes, como sushi Califórnia ou salmon skin. Nada contra quem gosta, mas aí deixa de ser culinária japonesa e passa a ser, com muito boa vontade, cozinha fusion.

Prova de que os proprietários não estão brincando quando prometem “a mais autêntica culinária japonesa, respeitando o uso de ingredientes e receitas tradicionais” é que mesmo a concessão ao gosto ocidental, o combinado “contemporâneo”, parece tradicional quando comparado a outros restaurantes da capital gaúcha. Há salmon skin e há cream cheese, mas em proporções respeitosas, e um foco especial no salmão, mas nada de tempurá de sushi ou coisas do gênero. Gostei muito de um nigiri com raiz forte fresca ralada por cima. Há um combinado “tradicional” com todos os peixes e variações clássicas do sushi e sashimi, para quem quiser conhecer as bases da culinária japonesa.

Recomendo fortemente no entanto o combinado “exótico”, por conta de um delicadíssimo linguado enrolado em uma folha de shissô servido sobre um molho cítrico. É a melhor receita que provei num restaurante japonês em muitos anos. Algo simples, harmônico com os sabores orientais e ao mesmo tempo muito surpreendente. Neste mesmo combinado há ainda um salmão enrolado em lâminas de nabo, igualmente delicioso, um temaki com enguia, sashimi de água-viva, nigiri com ouriço e várias preparações com ovas de peixe.

Os combinados do Daimu também merecem elogios pela apresentação, de longe a melhor nos restaurantes japoneses de Porto Alegre. O ambiente é muito agradável e o atendimento, atencioso. Com isso tudo, os preços ficam na mesma faixa de outros estabelecimentos — espere gastar algo como R$ 50 por pessoa, comendo bem. Dizem que eles servem uma cabeça de peixe preparada tradicionalmente, sob encomenda. Certamente provarei na próxima visita.

No almoço, o Daimu oferece rodízio de comida japonesa a R$ 29,90 (homens) e R$ 26,90 (mulheres). O pessoal informou que estão considerando a hipótese de oferecer rodízio também à noite. Espero que não seja um movimento de vulgarização motivado por um baixo número de frequentadores noturnos, porque isso em geral redunda na eliminação ou aleijamento do cardápio a la carte, hoje o melhor da capital para sushi e sashimi — a meu ver, o Sakae’s segue o melhor para pratos quentes. O Daimu está excelente como é.

DAIMU
Dinarte Ribeiro, 169 – Mapa
51 3222-0038

As melhores refeições da minha vida – 2

Outra ocasião que ficou marcada em minha memória gastronômica foi um jantar no restaurante Jun Sakamoto. Não apenas é insuperável em termos de sushi, como talvez tenha sido a comida mais bem feita que já provei em qualquer categoria. Claro que a companhia de uma pessoa querida ajudou bastante para tornar tudo ainda mais gostoso. Abaixo, reproduzo uma coluna publicada no finado Semana 3 sobre a experiência.

Como já devem ter percebido, a série “melhores refeições” não segue uma ordem decrescente de importância. Aliás, não segue ordem alguma. Leia o primeiro texto.

Read more »

WordPress Themes