Arquivo da tag: Keen

Duas resenhas

Meu orientador de doutorado costuma recomendar aos alunos de pós-graduação começarem a vida acadêmica evitando a tentação de publicar artigos propondo idéias arriscadas ou apenas revisando bibliografia. Em vez disso, estimula a publicação de resenhas críticas.

Como sou aplicado, publiquei recentemente uma resenha sobre o último livro do próprio Francisco Rüdiger, Cibercultura e pós-humanismo, e outra sobre O culto do amador, de Andrew Keen. O primeiro eu recomendo, é claro — poder ser orientado pelo Rüdiger foi fator decisivo para entrar no Programa de Pós-Graduação da PUCRS. Leia a resenha na edição atual da revista Verso e Reverso, da Unisinos. Por outro lado, o livro do Andrew Keen, editado em português pela Jorge Zahar, é uma das maiores picaretagens já escritas sobre cibercultura. Saiba por que lendo a resenha na Revista Famecos.